domingo, 17 de abril de 2011

Uma coisa eu sei.

Perdido no mundo, na vida, aflita.
O amor sumiu, já não lembra-se de mim.
Um pobre coitado sozinho, assim, no fim.
A vida! Por que estás em preto e branco?
Eu sou  São Paulino.

Solidão, uma palavra forte
Encaixa perfeitamente no que sinto.
Amanhã vou acordar cedo e olhar pela janela
Talvez o céu esteja azul e no gramado uma flor amarela.

Escrevendo esses versos, paro pra pensar
Quem realmente sou? Já não sei.
Mas sei de uma coisa, uma coisa eu sei
Ainda vou amar, como a outra eu amei.

2 comentários:

  1. Muito bom o blog! To seguindo. :D



    Se puder, dá uma forcinha nessa comu pra mim.:D


    Só votar em mim pra modera.. o/


    http://www.orkut.com.br/Main#CommPollResults?cmm=113148645&pct=1302870600&pid=318361276


    Agradeço, precisar tamos ae.


    Abraço.

    ResponderExcluir